Oceano Fresco – BioMarine Center

Compartir:

Oceano Fresco é uma empresa portuguesa que desenvolve programa de aquacultura totalmente integrados e sistemáticos baseados na ciência , para a produção de espécies de bivalves de qualidade superior.

A empresa tem como objetivo reinventar uma indústria relativamente “incipiente” que espera ser modernizada e profissionalizada: a cria e a produção de bivalves.

A Oceano Fresco encontra-se preparada para converter-se num líder mundial no mercado altamente sustentável de mais de 20 mil milhões de euros de espécies de bivalves, estabelecendo assim novos standard para os modelos de negócio de tecnologia alimentar marinha, centrados em alimentos ecológicos, saudáveis e nutritivos. O seu foco multidisciplinar utiliza competências da biologia molecular, fisiologia animal, biologia computacional, proteção intelectual, entre outros, contribuindo para a sustentabilidade e rentabilidade do setor da aquicultura.

Contexto

A Ocenao Fresco está a construir uma hatchery de moluscos bivalves no porto da Nazaré, que funcionará como um centro BioMarinho. Este centro, funcionará como uma maternidade de espécies nativas de bivalves de elevado valor gastronómico e comercial: a amêijoa-boa (Ruditapes decussatus) e amêijoa-macha (Venerupis corrugata). Esta maternidade vai produzir sementes de amêijoa em tanques com água do mar, que atinge o tamanho de tres milímetros, permitindo cobrir os reduzidos níveis de produção natural no caso de ambas espécies.

A empresa procurará melhorar aspetos relacionados com a reprodução através de inovadoras ferramentas de biotecnologia, que permitam o desenvolvimento destes bivalves com maior rendimento para os aquicultores.

Pioneira na exploração sistemática, sustentável e cientificamente informada de várias espécies de amêijoas, a Oceano Fresco prevê a conclusão desta nova instalação no primeiro trimestre de 2020.

Desafio

Pelo seu conhecimento e experiência no sector de automação e controlo de processos, a BAÜP foi escolhida para elaborar um estudo onde se definem os requisitos funcionais de automação, antes do início da construção do centro BioMarinho. Desta forma, é possível integrar o projeto de engenharia com a parte de arquitectura de sistemas e de controlo. A Oceano Fresco provou mais uma vez ser pioneira em sua área de atividade, pensando na automação do centro antes de construí-lo

A nossa metodologia

Numa instalação destas características, é importante definir corretamente os sistemas de controlo e de informação, tal como a interação entre eles.

A BAÜP elaborou um estudo com o objetivo de definir e descrever as instalações a desenvolver, para a correta otimização dos custos operacionais da instalação, para aumentar a fiabilidade dos sistemas e prever a instalação dos mesmos. Na elaboração deste estudo, a BAÜP teve em conta todas as indicações da equipa de arquitetos, projetitas de instalações e promotor, bem como todos os estudos prévios realizados por este.

Os sistemas envolvidos neste estudo foram todos aqueles presentes na planta, como por exemplo o sistema de captação de água, sistemas de filtração, sistemas de tratamento e distribuição de água, sistemas de produção de fitoplancton e os sistemas elétricos e de gestão de energia. Posteriormente, BAÜP trabalhou na integração de todos eles.

Começou-se por definir a arquitetura dos sistemas de controlo e inteligência. Primeiramente, foi desenhado o posto de monitorização e controlo que une os vários sistemas elétricos críticos da planta. O sistema

Para cada sistema foram definidos os requisitos e respetiva lógica funcional, seguido das especificações de automação e controlo. O sistema de controlo centralizado vai permitir

de supervisão e controlo SCADA, está composto por hardware (servidor, monitor, etc.) e software (aplicação, base de dados, serviços web, etc.). Este sistema une os diferentes sistemas e integra os diferentes dispositivos de campo. 

o envio de notificações quando exista algum sinal de alarme. Desta forma, é possível controlar e receber alertas sobre o estado de funcionamento de um sistema tão crítico, como será o novo centro BioMarinho.

Resultado

O estudo e definição destes requisitos e toda a arquitectura de sistemas foi realizada em conjunto com o nosso partner Aqualgae e com a equipa de Oceano Fresco, que uma vez mais demonstrou ser uma empres alíder no sector.

Este desenho permitirá à Oceano Fresco controlar os processos industriais de forma local ou remota, assim como monitorizar, recolher e processar dados em tempo real. O sistema de controlo desenvolvido permite a interação direta com instrumentação de campo e com os sistemas consumidores de energia, melhorando a eficiência da planta. Por último, ajudará na tomada de decisões informadas e comunicará os problemas detectados para reduzir o tempo de inatividade.

Mais informação sobre o centro: https://www.seafoodsource.com/news/aquaculture/european-bivalve-aquaculture-company-secures-millions-to-help-complete-portuguese-biomarine-center

Mais informação sobre a Oceano Fresco: http://www.oceano-fresco.pt/index_en.html

Compartir:

Outros projetos que podem ser do seu interesse

Digitalizar uma auditoria 5S

5S é uma metodologia do Lean Manufacturing e uma prática sistemática de organização do espaço de trabalho, baseada na ideia de que um melhor espaço

Conversa com Alison Russell

Costumámos dizer que a plataforma TULIP veio democratizar o desenvolvimento de aplicações industriais, já que se podem construir aplicações sem necessidade de programar. Efetivamente, TULIP

Sistemas Pick by Light

Erros no picking? Os sistemas Pick by Light são uma ferramente útil para aumentar o fluxo dentro do armazém. Os sistemas de Pick by Light

Receba notícias e mantenha-se atualizado sobre o sector

Al enviar acepto suscribirme a la newsletter y las políticas de privacidad de BAÜP